Lobisomem existe de verdade ?

By Editor
In Diversão
ago 20th, 2012
1 Comment
1333 Views

Lobisomens existem apenas em histórias e superstições

O lobisomem existe de verdade? Muito boa pergunta, mas primeiro temos de definir o que é um lobisomem.

A crença mitológica em lobisomens tem estado conosco há séculos. Muitos historiadores e folcloristas têm refletido sobre as origens da crença na licantropia, que é realmente a capacidade humana de se transformar em lobos e não só, mas ursos, felinos e outras criaturas perigosas. De todas estas transformações, porém, que do homem em lobo é o mais conhecido. Isto é principalmente devido às tradições do Velho Mundo de lobos sendo temidos como predadores.

Nós todos sabemos sobre os mitos do lobisomem, histórias sobre pessoas que se transformam em lobisomens sob a luz da lua cheia para comer a carne dos seres humanos, e que só pode ser matado com uma bala de prata.

Lobisomens reais, têm muito pouco em comum com o mito que conhecemos muito bem. Lobisomens são individuos que sentem uma profunda ligação com um ou mais animais, ou tem aspectos de animais se manifestando em seu comportamento e personalidade.

Muitos acreditam que um espírito animal é um aspecto integeral de seu ser. Muitos também experimentar mudanças mentais, em que a sua personalidade assume aspectos de um animal, a um ponto que é facilmente reconhecido pelo mundo ao redor. Alguns vêem os seus aspectos animais como um equilíbrio para seus egos humanos, ensinando-lhes o seu lugar no mundo natural. Ainda outros simplesmente sabem que têm uma conexão com um animal, mesmo se ele não parece se manifestar em seu comportamento.






One Response to “Lobisomem existe de verdade ?”

  1. maria clara disse:

    eu acredito en lobizome sim nao e porque eu sou bebe eu jatenho 9 anos beijos%

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Comente pelo Facebook: